"Educação não transforma o mundo. Educação muda pessoas. Pessoas transformam o mundo." – Paulo Freire



segunda-feira, 29 de agosto de 2016

Será sexta-feira o lançamento do livro “Quem matou Marcelino?”

Será na próxima sexta-feira (02/09), o lançamento do livro “Quem matou Marcelino?” A obra, de autoria do jornalista Daniel Giovanaz, será lançada às 19 horas, no auditório da Universidade Federal Fronteira Sul, Unidade Bom Pastor, na Avenida Fernando Machado, 108 E, no centro de Chapecó. A organização do evento é do Centro de Referência em Direitos Humanos Marcelino Chiarello, da UFFS – Campus de Chapecó.
A Editora Maruim apresenta a seguinte sinopse do livro:
Marcelino Chiarello foi professor da rede pública estadual em Santa Catarina e um dos vereadores mais populares de Chapecó entre 2005 e 2011. Eleito duas vezes com apoio de movimentos sindicais, sem-terra e indígenas da região Oeste, ele tornou-se conhecido por denunciar casos de corrupção no município durante a administração dos prefeitos João Rodrigues e José Cláudio Caramori, ambos do Partido Social Democrático (PSD).
Baseado em 59 entrevistas inéditas, o jornalista Daniel Giovanaz apresenta novos elementos sobre a morte de Chiarello, em 28 de novembro de 2011. O cadáver do vereador foi encontrado em sua própria casa, pendurado pelo pescoço junto à grade de segurança da janela do quarto de visitas. Os primeiros policiais que se depararam com o corpo informaram à imprensa que a cena fora modificada para simular um suicídio e despistar as investigações. O laudo cadavérico, divulgado em janeiro de 2012, identificou sinais de agressão e confirmou a hipótese de assassinato.
Colegas da Câmara Municipal, deputados e empresários influentes da região Oeste, que encabeçavam a lista de suspeitos, foram chamados a depor e alegaram inocência: ninguém foi preso. Após uma série de exumações, laudos e pareceres contraditórios, o caso Marcelino sofreu uma reviravolta e passou a ser tratado como suicídio. Com o arquivamento do processo, quase cinco anos mais tarde, a dinâmica da morte permanece um mistério.

domingo, 28 de agosto de 2016

Convocação

Convocação

A Coordenação Regional do SINTE de Chapecó, de acordo com o Estatuto do Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Santa Catarina, em seu artigo 51, convoca todos os filiados efetivos, Admitidos em Caráter Temporário (ACTs) e aposentados, para participarem da Assembleia Municipal, em Cordilheira Alta, no dia dois de setembro próximo (sexta-feira), quando serão eleitos cinco membros, filiados ao SINTE, à referida Coordenação Municipal da entidade.
Às 9h30 do dia 02/09, na Escola de Educação Básica Cordilheira Alta, em Cordilheira Alta, será realizada Assembleia Municipal do SINTE, com eleição dos membros da Coordenação Municipal do SINTE de Cordilheira Alta.
Chapecó, 26 de agosto de 2016

Elisabeth Maria Timm Seferin
Coordenadora Regional
SINTE Chapecó

quinta-feira, 25 de agosto de 2016

Eleitas Coordenações Municipais na Regional do SINTE de Chapecó

Desde cedo, durante todo o dia de hoje, a Coordenadora Regional do SINTE de Chapecó, Zigue Timm, o Diretor de Organização da Regional, Zeno Wermuth, e o Conselheiro do SINTE/SC, Claudir Chiarello, percorreram escolas da região, onde foram eleitas as Coordenações Municipais de Nova Erechim, Nova Itaberaba e Águas Frias. Nas próximas semanas, outras Coordenações Municipais terão eleições, seguindo o Estatuto do SINTE/SC. Na ida às escolas, também foi entregue o Jornal da Classe Trabalhadora, produzido pela CUT-SC, que alerta os/as trabalhadores/as sobre as votações que estão ocorrendo no Congresso Nacional, o que causará perdas de direitos conquistados.
Na Escola de Educação Básica Rudolfo Luzina, em Nova Erechim, foi eleita a professora Solange Lanner, para Coordenadora Municipal do SINTE. A Coordenadora Municipal de Nova Itaberaba, eleita hoje, na Escola de Educação Básica Dr. Serafin Enoss Bertaso, é a professora Marilene Lurdes Mendes de Medeiros. O professor Marino Daga foi eleito Coordenador Municipal de Águas Frias, na Escola de Educação Básica Sete de Setembro.

Na Escola de Educação Básica Rudolfo Luzina:

 
 
 
 
 

Na Escola de Educação Básica Dr. Serafin Enoss Bertaso:
 
 
 
 
 
 
 
 

Na Escola de Educação Básica Sete de Setembro:
 
 
 
 
 

quarta-feira, 24 de agosto de 2016

FCEE publica edital para admissão de professores temporários para 2017

(Texto e imagem: Ascom/FCEE-SC)

O Edital nº 003/2016/FCEE, referente à realização do processo seletivo para admissão de professores em caráter temporário para atuarem na educação especial no campus da Fundação Catarinense de Educação Especial (FCEE) e nas Instituições Conveniadas (APAEs e Congêneres) para o ano letivo de 2017, podendo ser prorrogado para o ano de 2018, foi publicado na edição nº 20.368 de 24/08/2016 do Diário Oficial do Estado de Santa Catarina. 
O Processo Seletivo se destina à admissão de pessoal em caráter temporário para o cargo de Professor das disciplinas Artes, Educação Física, Educação Especial - Deficiência Intelectual, Educação Especial - Deficiência Visual, Educação Especial – Deficiência Auditiva e Informática Educativa para atuarem no campus da Fundação Catarinense de Educação Especial (FCEE) e Instituições Conveniadas. 
O Processo Seletivo será executado sob a responsabilidade da Fundação de Estudos e Pesquisa Socioeconômicos (FEPESE). Os editais, avisos, respostas a requerimentos, resultados e as demais informações relacionadas ao Processo Seletivo serão publicados exclusivamente no sítio eletrônico http://fcee.fepese.org.br a partir da próxima sexta-feira, dia 26 de agosto de 2016. 
A inscrição no Processo Seletivo poderá ser feita a partir das 12 horas do dia 29 de agosto de 2016 até às 16 horas do dia 28 de setembro de 2016.

Regional reabre atendimento na segunda-feira

A Regional do SINTE de Chapecó, em razão do feriado do 99º aniversário do município, não terá atendimento, nesta quinta-feira, nem amanhã (sexta). O atendimento será retomado, na próxima segunda-feira, dia 29, em horário normal de expediente.

SINTE e professores das salas informatizadas realizam manifesto em frente à SED

Mais uma mobilização dos trabalhadores em educação aconteceu na tarde de hoje, 24, em frente à Secretaria de Estado da Educação. O manifesto tinha como alvo o edital do processo seletivo para contratação dos ACTs 2017, que, entre muitos problemas, exclui os professores das salas informatizadas da seleção, estes que foram os protagonistas do protesto junto ao SINTE/SC e Coordenações Regionais.
Com faixas e palavras de ordem, os professores das salas informatizadas exigiram novo edital para contratação, e comprovaram a importância de sua permanência nas unidades escolares, apresentando os dados de uma pesquisa/estudo por amostragem, realizada com mais de 300 profissionais do setor, que demonstra, com veracidade e transparência, a necessidade pedagógica da presença deste trabalhador na escola, bem como de seu referencial nas comunidades escolares. Sua exclusão traz um grande retrocesso à educação catarinense. Neste sentido, o SINTE já havia protocolado tal pesquisa no Ministério Público, e hoje, também na SED, destacando que o governo afirmou que precisaria de 60 dias, para fazer estudo semelhante.
Saindo da SED, os trabalhadores se dirigiram à Assembleia Legislativa, onde visitaram os gabinetes dos deputados, buscando apoio dos parlamentares, para que intercedam, junto ao governo do Estado, à elaboração de um novo edital com a inclusão desses profissionais, para que não ocorram mais prejuízos à educação.
Leia a pesquisa:

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Coordenador Estadual do SINTE/SC fala sobre a mobilização em defesa dos/as professores/as das salas de Informática:

Coordenador Estadual do SINTE/SC, Aldoir Kraemer.
video

Filie-se ao SINTE/SC: Juntos, somos mais fortes!

Filie-se, diretamente, ao SINTE/SC - imprima e preencha a ficha de filiação abaixo, anexa uma cópia do seu contracheque, e encaminhe à Regional do SINTE:

Novos convênios

Convênios médicos - valores - União Sindical

Convênio União Sindical - exames médicos

SINTE Regional Chapecó - Relatório Financeiro de julho de 2016

Fique por dentro